Gestão de TI: dicas de carreira, processos e tendências

Você sabia que a carreira de Gestão de TI está em alta?

A gestão de TI é uma carreira incrível. Todo ano costumam sobrar vagas em diversas empresas.

Isso faz com que os salários sejam cada vez mais altos. No entanto, com remunerações maiores, os profissionais da área de TI precisam estar sempre em evolução.

Você sabe muito bem o quão rápido esse mercado evolui, e que se atualizar é essencial. Com a expansão da tecnologia e o surgimento de novas subdivisões no mundo da TI, existem cada vez mais opções em planos de carreira para serem consideradas.

A área de gestão de TI é bastante valorizada e até faltam profissionais qualificados para preencher os cargos de administração da tecnologia.

A seguir, você encontra todas as informações que precisa sobre gestão de TI. Descubra como implementar um processo de gerenciamento de TI e confira nossas dicas para você que quer abraçar esse desafio!

Como implementar um processo de gerenciamento de TI

Na gestão de qualquer área, é importantíssimo levar em conta que cada empresa tem suas necessidades únicas. Com TI não é diferente.

A gestão de TI adequada vai, é claro, variar de organização para organização. No entanto, existem algumas características em comum que facilitarão a implantação em qualquer ambiente.

Alinhe as nomenclaturas e discurso dos serviços

A área da tecnologia da informação possui muitos jargões.

Para você, com certeza essas palavras já estão integradas no dia a dia. Mas lembre-se: nem todos os setores da empresa estão acostumados com o vocabulário de TI. Para uma boa gestão de TI, é essencial que todos se entendam.

Por isso, é importante alinhar nomenclaturas, termos e o discurso a ser utilizado. Como gestor de TI, também é seu papel cuidar para que a comunicação entre a sua equipe e os outros setores seja sempre clara e objetiva.

Estabeleça métricas de desempenho

Essa é uma das regras de ouro da gestão: não é possível melhorar os seus resultados se você não estiver monitorando o desempenho. E, se pensarmos bem, essa também é uma regra de ouro na tecnologia da informação.

Sem dados sobre o que está acontecendo, metas e cronogramas, é impossível estabelecer se o desempenho está em um nível adequado ou não. Então, como gestor, é fundamental que você defina quais são as métricas que medirão o desempenho dos processos.

Por exemplo, acompanhar o uptime dos serviços críticos, o tempo médio do ticket de suporte,  a segurança dos dados ou a performance dos servidores são tarefas mais o que essenciais.

É claro, cada empresa lidará com métricas diferentes, que devem ser definidas com os objetivos e metas do negócio em mente.

Essas métricas são chamadas de KPIs, ou Key performance indicators. São os números mais importantes para os objetivos da empresa e devem ser monitorados de maneira dinâmica.

Defina o escopo e o que será trabalhado pela equipe

Definir metas é muito bom: o desafio é capaz de motivar sua equipe e manter a empresa funcionando bem. No entretanto, é preciso prestar muita atenção com o que – e quanto – é responsabilidade da sua equipe.

O gestor deve tomar muito cuidado para não delegar à equipe mais responsabilidades e tarefas do que ela pode, efetivamente, cumprir. Primeiramente, como você já sabe, os colaboradores do setor de TI são altamente especializados. Esse perfil de profissional não costuma se agradar quando precisa trabalhar fora de seu escopo.

Além disso, quando a gestão de TI define metas que não são realistas, ela sobrecarrega os colaboradores e diminui a qualidade dos resultados.

Uma equipe que nunca consegue cumprir as metas estabelecidas é mais propensa a sentir-se desmotivada e ser ainda menos produtiva. Já uma equipe que conta com metas que são desafiadoras na medida certa – e bons incentivos para cumpri-las – está sempre animada e trabalhando com dedicação.

Falando nos incentivos, criar punições para metas não cumpridas não costuma ser uma estratégia eficiente, nem popular. Sua equipe se sentirá muito mais incentivada caso o cumprimento da meta apresente recompensas, e não o contrário!

Não existem dados perfeitos

Contar com tabelas e gráficos pode ser essencial para uma boa gestão de TI. No entanto, nem todas as coisas podem ser medidas em números exatos.

Muitas vezes, o gestor precisa de um olhar mais profundo para analisar também os aspectos qualitativos dos processos.

Afinal, mais produção nem sempre significa melhores resultados. O bom gestor de TI deverá levar em consideração a qualidade das produções, a satisfação da equipe e inúmeros outros fatores. Esteja sempre atento à eles.

Erro? Analise e seja ágil!

É claro, sempre esperamos que nossos projetos sigam sem nenhum problema. No entanto, isso nem sempre é compatível com a realidade. Na área de gestão de TI, os erros e problemas acabam sendo frequentes e, por vezes, até mesmo inevitáveis.

A boa notícia é: apesar de erros serem comuns, eles não precisam ser apenas negativos. Um gestor de TI que possua uma boa visão estratégica é capaz de aproveitar essas ocasiões para proporcionar momentos de aprendizagem para si e para sua equipe.

A correção deve ser sempre ágil. Por isso, também é essencial monitorar os resultados de perto. Quanto mais rápido um erro for diagnosticado, melhores são as possibilidades de correção.

Fique atento às inovações e tendências

Como você já sabe, a área de TI é extremamente dinâmica, apresentando alterações frequentes. Devido à constante evolução da tecnologia, você precisa estar sempre se atualizando.

Ficar de olho nas últimas novidades e tendências é fundamental para todos os profissionais deste setor. A gestão em TI, em especial, deve estar sempre um passo à frente nesse aspecto.

Veja quais são as maiores tendências apontadas para 2018:

  • Realidade virtual e aumentada;
  • Computação em Névoa: uma nova abordagem para o processamento de dados em nuvem;
  • Inteligência artificial;
  • Blockchain e outras tecnologias voltadas para a segurança da informação;
  • Maior interação entre tecnologias: é previsto que cada vez mais sistemas se integrem.

E então, quais dessas tecnologias podem ser incorporadas na sua empresa?

Conclusão

A gestão de TI é uma carreira promissora. Com poucos profissionais qualificados tanto para gestão quanto para lidar com tecnologia, essa é uma ótima oportunidade de crescimento para aqueles que sabem como implementar processos eficientes.

Nesse artigo, você encontrou todas as dicas que precisa para garantir que sua equipe de TI funcione da melhor maneira possível! Lembre-se de sempre valorizar seus colaboradores, trabalhar com a motivação e se manter atualizado.

Continue acompanhando nosso blog para conferir mais dicas incríveis!

guia com dicas de melhoria em telefonia corporativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *